segunda-feira, 13 de abril de 2020

Aproveite os seus dias...

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

Como músico é importante sempre ter em mente que nem sempre um serviço dura para sempre. Todos os serviços terminam uma hora por causa de uma circunstância ou outra. Uma casa de shows fecha, uma turnê acaba, alguém pede demissão, a banda se separa, alguém morre, o aluno termina o curso, o aluno precisa sair. Você se cansa de tocar sempre a mesma coisa, a gravação acaba, você tem filhos (o que é uma bênção, muda a rotina). Aparece outro negócio melhor, ou quem sabe uma pandemia "sensacionalista" viral faz o pais parar de forma interesseira e inconsequente.
Mas não importa quão boa ou ruim seja uma situação, um ela vai chegar ao fim! Então seja grato a Deus por todas elas e aproveite tudo da melhor forma possível. o tempo para, e não volta.
Eclesiastes 7:14 "Quando os dias forem bons, aproveite-os bem; mas, quando forem ruins, considere: Deus fez tanto um quanto o outro, para evitar que o homem descubra alguma coisa sobre o seu futuro."

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

LEIS DE MURPHY – ÁUDIO E MÚSICA



LEIS DE MURPHY – ÁUDIO E MÚSICA

Está aí, uma lista de "acontecimentos" que 99% dos que trabalham com áudio e música em geral já presenciaram.



GERAIS:
- Se houver a menor chance de algo dar errado. Dará
- Se o seu show deu certo é porque algo saiu errado.



DOS EQUIPAMENTOS:
- O PA sempre para na hora do show.
- Caso ele esteja bem montado, vai parar apenas um lado.
- Quanto maior a caixa, menor o som que ela emite.
- A caixa que queima primeiro é a que custou mais caro.
- Caso todas tenham o mesmo valor, queimara primeiro a que não tem conserto.
- O equipamento só queima exatamente um dia depois de vencer a garantia.
- Quanto maior o PA menos ele fala.
- Quanto maior a altura do PA maior a possibilidade dele cair.
- Quanto maior o numero de caixas, mais caixas fora de fase ele terá. (hahaha, essa é muito boa!)
- Os carregadores sempre deixarão cair no chão o "Rack " mais caro.
- O multicabo será sempre menor que a distancia da mesa de som até o palco.
- Algum idiota sempre vai passar com o carro em cima do multicabo. (Concordo Plenamente)
- Se o multicabo estiver aéreo, algum caminhão sempre irá partí-lo.
- Independente do lugar onde esteja o PA alguém sempre vai mandar tira-lo do lugar.
- Caso você se recuse a movimentá-lo será despedido.
- Se você não consegue fazer um aparelho funcionar experimente ler o manual. Áh, detalhe: Este manual sempre estará numa língua que você desconhece.(ex. Japonês, Chinês).
- A freqüência que sobra ou apita é sempre aquela que você passou horas tentando tirar.
- A microfonia sempre estará naquele microfone que você não pode abaixar o volume.
- Se você esperar o momento certo para fazer manutenção,você nunca fará.



DOS ARTISTAS E CANTORES:
- Não importa quantos canais de mesa você esteja usando, O que pifa é sempre o canal principal.
- O cabo do microfone que pifa é sempre o do artista.
- Pode acreditar os cantores sempre querem ir onde o cabo do microfone não alcança.
- A cantora que tem a pior voz, é sempre a amante do dono da banda. (verdade!)
- O microfone sem fio do artista é o primeiro a sair fora de freqüência.
- As maiores interferências serão sempre no microfone sem fio dos cantores e você só descobrirá na hora do show.
- A caixa monitora do cantor é aquela que pifa primeiro, caso hajam vários cantores a que pifará primeiro será a do mais chato.
- Estas leis se aplicam em dobro se o cantor é o dono da banda.
- Em triplo se o técnico é o dono da banda.



DA ENERGIA:
- Não importa a hora. A energia elétrica sempre acaba na hora do show.
- Mesmo que você tenha inúmeras tomadas 110v, alguém sempre vai ligar um instrumento em 220v.
- A chave que marca 220v sempre fornecerá apenas 200v. (muito bem lembrado)
- E as réguas 110v sempre fornecerá apenas 95v. (também!)
- Os picos de AC (sobrecarga) tem como horário marcado 10 minutos antes de show.
- Os picos de AC queimam apenas a mesa de som, periféricos e mais alguma coisa que impossibilite a realização do show ou evento.
- Quanto mais importante o evento maior será a possibilidade do fenômeno acima.



DOS TÉCNICOS (esse é o melhor):
- Quanto mais ele fala, menos ele escuta.
- Quanto mais termos técnicos ele usar, menos ele conhece.
- Se ele passar o som em inglês existem 3 alternativas:
a) Fará o som apenas para inglês ver, e não ouvir.
b) Não sabe nem falar "Um, Dois, Três teste" em português.
c) Mande-o para o Alasca praticar o seu inglês.



DOS MÚSICOS:

- Para o músico, técnico e o mordomo são sempre os culpados.
- A exceção da regra acima é quando o técnico é o dono da banda. (neste caso, a culpa é do roadie).
- O músico tecnicamente mais fraco é sempre o mais pentelho e o mais surdo.
- Para que um músico goste de você, basta concordar com ele.
- A corda sempre quebra na hora do solo do guitarrista. Ele vai dizer que a culpa é do técnico.
- O cabo de instrumento que quebra é sempre o do músico mais chato.
- O mais chato é sempre dono da banda. Ou parente dele.

- O guitarrista, se não for cabeludo, não sabe usar distorção.
- O guitarrista que não é cabeludo por sua vez sabe usar os outros recursos da guitarra, ex: Shimmer, Reverb e Delay.
- Se o percussionista não for baiano ou descendente nem adianta chamar (a não ser que ele seja discípulo de um baiano).
- O baixista que não é gordo toca 5.000 notas por segundo, todos os slaps, sabe muita técnica.
- O baixista gordo sabe segurar o groove e abusa do grave, com simplicidade e eficiência.
- O tecladista acha sempre que é o dono da banda.



DIVERSOS:

- Existem 3 tipos de fita crepe, a que não gruda na mesa, a que quando gruda arranca os números da mesa e a que, quando colocada a mão sobre a fita, apaga tudo o que estava escrito, borrando assim a fita, a mesa e sua mão.
- Os cabos de caixa nunca chegam onde elas estão.
- Quando alcançam, você descobre que o cabo esta partido.
- As lanternas e abajures sempre queimam a noite deixando você no escuro.



Esqueci alguma coisa?



terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Fases na Vida de um Guitarrista - Parte 1





EQUIPAMENTOS

1) Caixa amplificada
2) Caixa amplificada + Pedal distortion
3) Cubo Transistorizado + Pedal distortion e delay
4) Cubo Transistorizado + Pedal wah + distortion e delay
5) Vende os pedais e usa Cubo Transistorizado com Pedaleira
6) Assiste review e...
7) Vende tudo e compra um Cubo Valvulado
8) Cubo Valvulado com Overdrive e Delay
9) Cubo Valvulado com Overdrive + Delay e Reverb
10) Cubo Valvulado com Overdrive + Delay e Reverb com Shimmer (inicio da doença)
11) Cubo Valvulado + 10 pedais (sem Shimmer se foi curado)
12) Cubo Valvulado + 20 pedais (diz que é setup definitivo)
13) Assiste review e...
14) Vende tudo e compra uma pedaleira e rack da moda e fala que é a mesma coisa.
15) Só toca em linha e diz que é a mesma coisa
16) Vende a pedaleira ou o rack e compra um Valvulado Low watt + 2 Pedais
17) Vende os dois pedais e fica só com o Valvulado Lo watt
18) Começa montar um novo setup de pedais, e diz que só vai usar 4 no máximo
19) Compra 15 pedais, e postas nas redes sociais "SETUP DEFINITIVO"
20) Sai pra tocar, mas tem preguiça de levar os equipamentos
21) Toca só violão pra não ter que ficar ligando tudo
22) Descobre que passou mais parte da vida querendo coisas do que estudando e tocando


INSTRUMENTOS (se o iniciou nos anos 80 a 90)

1) Quero uma Fender
2) Quero uma Gibson
3) Quero uma Telecaster mas acho feia
4) Depois de assistir um guitarrista usando Floyd Rose: Gibson e Telecaster não presta, não tem alavanca, a strato até tem, mas é muito ruim.
5) Compra uma Jackson
6) Vender e compra uma Jackson headstock reverse
7) Vende a Jackson e compra uma Ibanez RG
8) Coloca um inlay no braço da Ibanez RG pra parecer uma Jem
9) Manda abrir uma cavidade no corpo pra parece a Jem, pra pegar com a mão e usar tremolo bar 3 tons acima #.
10) Toca uma música e fica afinando, e diz que é o encordoamento que não presta
11) Descobre que a ponte não presta e nunca fica afinada a guitarra
12) Vende um Rim e o a moto pra comprar uma Ibanez Jem
13) Compra um óculos de sol pra fazer pose carregando o case da guitarra
14) Começa escutar o guitarrista Sueco, e compra uma Strato
15) Reclama que a strato não tem ganho e só dá ruído
16) Continua assistindo o guitarrista Sueco
17) Vende a Jem e lembra que tem um rim só, e começa a chorar
18) Resolve ficar com a Strato, porque a Tele é muito feia
19) Começa a paquerar a Les Paul e ao tocar, descobre que ela tem alto ganho com os drives
20) Acha a Les Paul pesada, e fica olhando a Telecaster do vizinho
21) Descobre que a Telecaster é a guitarra da moda, e fala que sempre gostou
22) Viu guitarrista tocando com uma guita de Luthier e manda fazer a Tele
23) Uia! Que legal essa semi-acústica...
24)  Descobre que esta velho, e que perdeu parte da vida procurando guitarras, ao invés de estudar e tocar
25) Descobre que quem faz a música é você e não o instrumento
26) Começa a rir, porque já fez algumas dessas coisas que lêu

  

A FELICIDADE que você procura não está naquilo que você pode ter amanhã. Felicidade tem a ver com contentamento pleno. Não confunda felicidade com satisfação, você não precisa estar com todas as necessidades satisfeitas para experimentar a felicidade. Pois FELICIDADE é como se vai, e não aonde chega ou se conquista.







terça-feira, 26 de novembro de 2019

Benefícios do estudo da MÚSICA



Antes de mais nada, não poderia de comentar a foto, e caso você não saiba, a mãe de Albert Eistein era uma musicista muito talentosa que fez com que a música permeasse boa parte do crescimento de suas crianças. Albert começou a tocar violino aos 6 anos e aos 13 já tocava as principais sonatas de Mozart.

Eistein disse uma vez "a vida sem música é inconcebível para mim. Eu vivo meus sonhos acordados através música. Eu vejo a minha vida na música... grande parte do meu prazer na vida vem da música."

Um novo estudo do Boston Children's Hospital encontrou uma correlação entre o estudo e pratica da música com uma melhora nas funções executivas do cérebro em crianças e adultos. Vários outros estudos já abordaram o impacto da música nas habilidades cognitivas, mas esse foi o primeiro a buscar os efeitos do estudo da música logo cedo em relação às capacidades executivas.

As funções executivas do cérebro são descritas como os processos cognitivos de alto nível necessários para que uma pessoa processe e retenha informações rapidamente, regule seu comportamento, tome as decisões corretas, resolva problemas, planeje e ajuste de acordo as novas demandas. Outro componente importante é a flexibilidade cognitiva, representada pela adaptabilidade a novas tarefas.

Nadine Gaab, PHD, uma das pesquisadoras do laboratório de Boston diz "como as funções executivas do cérebro são um forte indicativo de sucesso acadêmico, ainda mais forte do que o Q.I., nós achamos que nosso estudo possui altas aplicações educacionais".
"Enquanto muitas escolas continuam cortando o ensino da música e investindo cada vez mais no treinamento para testes, nossos estudos apontam que o treinamento musical na verdade pode ajudar nossas crianças a terem um futuro acadêmico melhor."

Três benefícios do estudo da música:

1 - Músicos possuem uma maior habilidade par integrar os sentidos da audição, tato e visão.
2 - Começar a estudar música antes dos sete anos de idade tem mostrado ser o que causa mais impacto. A idade em que a pessoa começa a tocar influencia a anatomia do cérebro dela quando adulta.
3 - As conexões cerebrais responsáveis pela prática do improviso são desenvolvidas pelo treino sistemático, levando uma dependência menos da memória de curto prazo, e incentivando conexões por todo o cérebro.

Os adultos e crianças músicos do estudo do Hospital de Boston mostrou uma performance maior em diversos aspectos da função executiva do cérebro. Foram observadas maiores atividades no córtex prefrontal e nas áreas motoras, assim como em regiões que não são diretamente ligadas a essas funções executivas.

Um outro estudo, de maio de 2014, também mostrou que a prática e estudo da música pode aumentar o fluxo sangüíneo no lado esquerdo do cérebro. Isso sugere que a música e a linguagem podem dividir os mesmos caminhos na mente.

Esses estudos mostram que o treinamento da música pode te ajudar também com suas habilidades linguísticas.

Em suma, o estudo conclui que crianças e adultos que se dedicaram pra valer à pratica da música apresentam funções executivas superiores quando comparados aos não-músicos. Estamos falando de habilidades como flexibilidade cognitiva (adaptabilidade a novas tarefas), memória de curto prazo e velocidade de processamento.

Os pesquisadores ainda fazem a observação de que a correlação não implica causalidade ainda. Ou seja, há a possibilidade de que as crianças e adultos que tocam um instrumento já tenham habilidades que fazem com que elas se sintam atraídas pelo instrumento musical. Novos estudos estão sendo concluídos para que seja possível identificar a causalidade.

O grande esforço dos autores do estudo é enfatizar a importância da música na grade curricular e o fato dela poder ajudar no desenvolvimento acadêmico
desses alunos. Substituir a musica por outras atividades, mesmo que sejam voltadas a investir em outras matérias, pode ser um tiro no pé. O desenvolvimento da música, especialmente logo cedo, pode ser fundamental para um futuro acadêmico brilhante.

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

HADOUKEN - DIA DO MÚSICO

HADOUKEN - DIA DO MÚSICO (22 de Novembro)

A imagem pode conter: texto


Antes de perguntar a um músico se ele toca de graça ou com o que ele trabalha. Pergunte-se:
a) Com que dinheiro ele estudou ou estuda?
b) Com que dinheiro ele comprou e compra seus instrumentos e equipamentos?
c) Com dinheiro ele faz a manutenção dos seus instrumentos e equipamentos?
e) Com que dinheiro será que ele paga suas contas?

Para quem não sabe a profissão de músico é regulamentada pelas portarias 3.346 e 3.347 do Ministério do Trabalho.
Ser músico não é simplesmente brincar de ser feliz,é levar felicidade aos outros, é imortalizar momentos. O músico é alguém que abençoado por Deus, é ter uma outra realidade, ter uma percepção de coisas que nem todos percebem.

Valorize os músicos que você conhece e, se não conhece, passe a conhecê-los. Garanto, a maioria deles são gente fina e trabalham e estudam bastante, muito mais do que imagina.

O homem que trabalha somente por dinheiro e não tem prazer naquilo que faz, pode se considerar um escravo remunerado, e desse mal nós músicos estamos livres.

Tiago 1:17 "Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há oscilação como se vê nas nuvens inconstantes."
"Sou músico sim, graças a DEUS!"